6ª ETAPA DE CORRIDAS RÚSTICAS DE PONTA GROSSA - 24/11/2013


PROVA CROSS COUNTRY 3° RCC
Mais uma etapa do circuito de corridas de Ponta Grossa, circuito este bem organizado, com inscrições gratuitas e muita animação..
Largada as 09:00 h, poucos inscritos, trajeto bem selecionado com fortes subidas. Largamos dentro do quartel da cavalaria...
Ao final da prova após a premiação desta etapa, houve a premiação geral, dos 3 primeiros colocados em cada categoria no circuito todo.  
    Premiação em dinheiro: R$ 350,00 ao primeiro colocado, R$ 250,00 ao segundo e R$ 150,00 ao terceiro...
Trata-se de um circuito que vale a pena ser feito, ficando como sugestão para 2014... 

Abraços jacarezada!!

Claudinha

216 ANOS DE EMANCIPAÇÃO POLÍTICA DE ANTONINA - 24/11/13


Neste último domingo, dia 24/11, aconteceu a Corrida "216 anos de Emancipação Política de Antonina", onde eu (Aline) cheguei ao evento achando que seria a única da família Jacaré de Conga presente, pois era um final de semana com muitas corridas e a jacarezada estava espalhada...más quando olho ao longe, vejo a cor característica do nosso manto e me aproximando vi que não estava sozinha..sim, havia mais um jacaré, o Claudio Aurélio! nós dois fizemos o percurso de 9 km, com 80% dos trechos em paralelepípedos, o clima abafado, uma chuva que nos pegou de surpresa na metade do percurso, imagine, tivemos que ter cautela...más os 9 km foram conquistados com a alegria de sempre...haviam poucos atletas, porém tive a certeza de que esses poucos que ali estavam, não estavam para brincadeira..rsrsssssss...todos com garra e determinação para conquistarem seus melhores tempos. O Claudio Aurélio conquistou o 2º lugar em sua categoria (parabéns!!!) e eu consegui o  2º lugar na minha...o troféu, muitos acharam bem humilde, que importa, seja o troféu, seja a medalha de participação, só nós sabemos o quão importante eles são e o que eles representam para cada um de nós, é mais que um objeto, é o sentimento de poder que eles nos dão, de dever cumprido, de fazer com que nos orgulhemos de nós mesmos e de pensarmos que nada é imbatível, que nada é impossível quando se acredita em si mesmo...quem não gosta de     exibi-los com orgulho para os amigos e familiares? de eleger um lugar especial na casa só para eles? é..somos todos iguais!
Enfim, foi uma corrida que com certeza valeu a pena estar presente, mais uma de muitas que ainda virão, se Deus quiser e assim nos permitir...

Abraço pessoal, a gente se vê nas corridas por aí...

FOTOS

Aline Rezende

CORRIDA E CAMINHADA PELA SAÚDE - VW - 24/11/2013


"No último domingo (24/11) aconteceu em São José dos Pinhais a Corrida e Caminhada Pela Saúde da Família, realizada nas dependências da empresa Volkswagen. Foi um grande evento, voltado para prevenção de doenças e cuidados com a saúde de forma geral.
No lugar das tradicionais tendas das equipes e assessorias foram montadas várias tendas de Instituições que estavam oferecendo informações, orientações e testes. A Secretaria Municipal de Saúde, Secretaria do Estado de Saúde, Universidades Positivo e Sabore Alimentos abordaram assuntos como Hipertensão, Diabetes, Alimentação Saudável, Saúde Bucal, Alongamentos, Índice de Massa Corporal (IMC), Flexibilidade e Sustentabilidade, entre outros. Em meio a tudo isso muita animação com o show de uma banda ao vivo muito boa!
Ah, e a corrida, é claro! Trajeto plano de 6km, todo dentro do imenso pátio da empresa. Largada às 9:00h, com o benefício do tempo nublado e fresco. Os 1100 inscritos de forma gratuita na corrida e caminhada receberam seu kit pré-prova, com camiseta, boné e chip, e depois o pós prova, com isotônico, frutas, medalha e cartilha de Saúde. A surpresa ficou por conta de uma parte do trajeto da corrida passar dentro da linha de montagem da empresa! Muito legal passar ao lado dos trilhos onde os carros vão passando, no início somente a carcaça, que vai sendo preenchida no decorrer do caminho. A produção estava parada, e os funcionários aplaudiam e incentivavam os atletas que passavam nos corredores da fábrica.
Ótima iniciativa da empresa, apoiada pela Lei de Incentivo ao Esporte do Governo Federal, que demonstra um ótimo exemplo de preocupação com o bem-estar e a saúde dos trabalhadores e da população em geral, e com a responsabilidade social. Mais uma prova de que, havendo interesse e boa vontade, não há necessidade de cobrar valores abusivos de inscrição para se organizar um evento esportivo de qualidade."

Abraço
Samuel Silva

CIRCUITO DAS ESTAÇÕES ADIDAS - ETAPA VERÃO - 24/11/2013

No último domingo (24/11) com garoa, temperatura baixa e em alguns momentos de sol, isso mesmo, foi exatamente neste clima não muito característico para a atual estação que cerca de 5.000 inscritos enfrentaram a última etapa (verão) do Circuito das Estações Adidas, no Jockey Club do Paraná.
A Jacarezada esteve presente ao evento com quase 30 atletas e como sempre deu um show de alegria, diversão e organização.
Vale lembrar e agradecer ao Rudival, Élcio e o nosso presidente Claudio Guras que madrugaram no domingo e antes das 04.30 h já estavam  no Jockey para a instalação da tenda.
Neste última etapa a Jacarezada aproveitou para participar da promoção 5 AMIGOS onde o Claudio organizou com todo o carinho a divisão e a logística para as equipes de AMIGOS,  apesar do stress sofrido na retirada dos kits... (Vale lembrar que independente da divisão dos grupos "AMIGOS SOMOS TODOS!!!")
Valeu AMIGO Claudio!
Com relação à corrida a minha opinião é que o clima no momento da prova estava perfeito, tão perfeito que teve Jacaré que resolveu correr  10 km no lugar de 5 km...
Recebemos em nossa tenda a ilustre visita de uma Equipe da Organização do Circuito Unimed de Santa Catarina que vieram prestigiar o evento da Adidas em Curitiba e conhecer mais de perto a Equipe Jacaré de Conga.
Valeu Jacarezada, foi Show!!!

ÁLBUM DE FOTOS 
Anselmo

UNIMED - SÃO BENTO DO SUL SC - 23/11/2013


Neste sábado dia 23, foi realizada a penúltima etapa do circuito estadual UNIMED de Santa Catarina, na cidade de São Bento do Sul.
Presentes ao evento, Claudio, Maria Luisa, Maria Helena, Zanini, Paulo Sergio, Rudival e na torcida o Carlos Sbrissia.
Uma noite fria e úmida, pois garoava forte,  mas não impediu a Jacarezada de vestir o MANTO AZUL e representar brilhantemente a EQUIPE.
O trecho já conhecido de um ou outro pois era o mesmo da corrida do Diabetes realizada a alguns dias atrás.
Agradeci a Marcia que faz parte da organização na região, a qual concedeu os descontos na inscrição e antes de seguirmos viagem de retorno também agradeci ao presidente regional da Unimed, o qual nos parabenizou pela participação e deixou as portas abertas para os próximos eventos.
Também fomos procurados pelos jovens que fazem parte da organização deste mesmo circuito na região de Itajaí e Joinville, onde já houve Jacarés participando, e estes informaram no dia seguinte iriam se deslocar até Curitiba no domingo, para participar da etapa Adidas Verão, para conhecerem o circuito, sendo que informei a eles que estaríamos com a tenda montada e que eles poderiam nos procurar, o que realmente o fizeram e estavam admirados com toda a estrutura do evento.
Quanto a prova propriamente dita, a Jacarezada fez sucesso, todos participando dos 10 km, e a Maria Helena foi a 5ª colocada geral no feminino, e além do belíssimo troféu oferecido pela organização, ainda recebeu como parte da premiação um cheque no valor de R$ 50,00.
A Maria Luisa foi a 2ª colocada na categoria, o Paulo Sbrissia e o Rudival ficaram em 1º lugar nas suas respectivas categorias e eu fiquei em 2º lugar na minha.
Parabéns a todos pela participação, dedicação e conquista.

VALEUUUUUUUUUUUUUUUU


Claudio Luiz Guras

69 CORRIDA DA LUA CHEIA - 20/11/2013

Nesta quarta feira dia 20 de novembro foi realizada a 69ª corrida da Lua Cheia, sendo a penúltima do ano de 2013.

Uma noite muito agradável para a prática desta atividade esportiva, principalmente com o encontro, o convivio e a participação de vários Jacarés.
Além dos participantes, a presença de alguns amigos e familiares.
Vários Jacarés confirmaram a sua classificação no ranking anual e alguns ainda pleiteam melhorar suas posições na ultima etapa de 2013 no dia 18 de dezembro.
Mais uma vez as JACAROAS foram destaques na prova, onde nos 8,6 km..a Aparecida de Fatima ficou em 2º lugar, a Adriana ficou em 3º, ambas na mesma categoria e a Maria Luisa ficou em 3º lugar na sua categoria.
Na classificação geral, também as Jacaroas "mandaram", onde a Alessandra foi a 7ª colocada geral no feminino nos 4,3 km e a Aparecida de Fátima 11ª geral nos 8,6 km...e podem ver o resultado para perceberem que houve uma expressiva participação de inscritos nesta etapa.
Não sou de guardar datas e não me preocupo com números, mas ontem quando o locutor falou ao microfone que esta etapa era a 69ª do circuito, comecei a fazer as contas..rsss....para saber quantas etapas eu estava completando e coincidentemente conclui que estaria participando pela quinquagésima vez do circuito, onde fiz o mesmo pela primeira vez em Junho de 2009 e desde então só não participei de quatro etapas, e em poucos minutos antes da largada, passou um longo filme pela minha cabeça, com muitas historias, situações, momentos, muito, mas muito felizes.

O mais gratificante nesta etapa foi na primeira volta, passar por um corredor que empurrava um carrinho com uma criança deficiente, a qual gritava e vibrava de alegria. Após a Maria Luisa concluir as duas voltas e eu a acompanhar até a area de entrega do chip e de hidratação, este corredor estava no mesmo local e a Luisa, com todo o seu dom para com estas crianças, foi conversar e brincar com o menino e conversando com o pai,  o mesmo disse que estava correndo pela primeira vez e se eu não estou enganado o mesmo era de Piraquara. Que PAI...que DEDICAÇÃO....que EXEMPLO.....que MARAVILHA....valeu NÃO a noite...valeu todas as 50 participações.

Agradeço a DEUS por fazer parte deste circuito, desta EQUIPE e FAMILIA, e agradeço a todos que ontem ajudaram na montagem e na desmontagem da tenda.

Parabéns a todos pela participação, pelas conquistas, pela alegria, pela festa.

FOTOS

VALEUUUUUUUUUUUUUUUU

Claudio Luiz Guras



MARATONA CAIXA DE CURITIBA - 17/11/2013


E o grande dia chegou.
O frio na barriga, a ansiedade tomando conta a vários dias. Acordei as 4:30hs, como assim acordei?se nem dormi!
Cheguei a Pç N. Sra. de Salete às 6:10hs. Já estavam lá os Jacas Rudival e Wagner compartilhando de uma boa conversa com atletas que vieram de Cambé/Pr para fazer sua primeira Maratona em Curitiba.
Logo em seguida chegaram Ade e Deisiane, Anselmo e Luciana Amoretti.

O dia estava propício, nublado, era tudo que desejamos para evitar um sofrimento ainda maior, caso estivesse ensolarado.

Jacas Maratonistas presentes: Wagner, Rudival, Adriana e Ade , é isso mesmo, nosso Jaca Ade estreando sua primeira maratona. Um show de força e determinação.
 
É dada a largada para a Elite Feminina e os cadeirantes às 7:00 hs,
em seguida a largada da Elite Masculina e Pelotão geral às 7:15 hs.

Parceiro Jaca Ade me acompanhou até o Km 17, fomos num ritmo bem tranquilo. Valeu demais sua companhia amigo!

No km 12, assim como tantos moradores lá estava uma grande amiga minha:  Clarissa, que com toda sua alegria e boas energias, gritava meu nome, incentivando a mim e outros tantos atletas. Obrigada amiga, você me emocionou muito.Até um cartaz ela preparou, que bonito de ver.
Parabéns a organização do evento, que em todo o percurso, a cada 2,5 km, tivemos muita água, isotônico e esponja umedecida 

No km 28 já começando a faltar fôlego, para minha surpresa o grande Jaca Elcio, registrando a passagem dos amigos. Que alegria em vê-lo ali, que injeção de ânimo quando ouço sua voz. Vaaaaaai Adri! Forçaaaaaaa! Nossa foi um presente! 

Muitos moradores pelas ruas com faixas, cartazes e sorrisos no rosto. Que maravilha!

Depois de correr mais uma maratona, agora sim posso dizer: Nunca mais!
Nunca mais direi que não consigo.
Nunca mais direi que não posso.
Nunca mais direi que é impossível.
Nunca mais direi que não tenho força.

Nunca mais direi que não consigo, que não posso, que é impossível e que não tenho força. Eu consigo. Eu posso. Tudo me é possível. Eu tenho força. Eque tudo isso sirva como exemplo para qualquer coisa que eu fizer na minha vida. E ainda há muito por fazer! 

Nunca mais vou me esquecer de que posso tudo aquilo que eu desejar (desejo é uma palavra linda), desde que realmente queira, do fundo do meu coração,  e que tenha condições para fazer aquilo que me propuser a fazer. 

Nunca mais me esquecerei de que senti muitas dores: 
nas pernas, nos braços, no pescoço, no corpo todo.
Dor até mesmo na alma.

Nunca mais direi que não tenho coragem.
Guimarães Rosa já sentenciou poeticamente: " o que a vida quer da gente é coragem!"

Nunca mais direi que é arriscado correr uma distância tão longa.
Arriscado é não correr riscos.
Arriscado é se contentar em ficar perto quando você sabe que pode ir um pouquinho além, tão longe quanto conseguir chegar.

Eu posso ir até os lugares que meu pensamento conseguir me levar.

Eu não corro com as pernas, corro com a mente.
Minha cabeça me guia.
Nunca mais vou me esquecer de que, nas noites que antecedem 
as corridas, fico ansiosa e não consigo dormir.

Nunca mais vou me esquecer de toda a preparação que envolve as corridas: o número de 
peito, o chip, o tênis, o short, a camiseta, a meia, o relógio, os tantos que madrugam para chegar a tempo na linha de largada, os aquecimentos, as poses, as fotos...
Tanta gente. Tantas pernas. Tantas caras!

Nunca mais vou me esquecer de que, correndo, tento ter mais paciência para pensar, que assim posso definir meus planos e projetos de vida, elaborar minhas estratégias para viver melhor.

Nunca mais vou me esquecer de que, durante a corrida, tem sempre alguém ao meu lado para contar suas histórias de superação. Aquele amigo de Cambé/Pr, corremos lado a lado por 19 Km,e entre uma passada e outra, ele ia me contando sua história. Que foi drogado, viciado em cocaina, sua família viveu muitos sofrimentos por conta dessa situação, e um dia, a dois anos, Deus o chamou para mudar de vida. Hoje é viciado em corridas, viaja, leva a família para todos os lugares que vai, tornou-se o orgulho para os seus. 
Que história linda de superação. Fiquei feliz por ele, me enchi de emoção.

E ao final da jornada, as pernas bambas, já sem coordenação, vejo os queridos amigos próximo do portal da chegada. Que alegria, vocês são maravilhosos. Queridos André e Marcos, Deisiane e Wagner que já havia chegado e estava descansando.

E ao cruzar o portal da chegada, sou apoiada pelas amigas Rosangela Duwe e Rosangela Martins, quanto carinho e quanta emoção. E o abraço mais incrível que recebi do amigo Gabardo, as lágrimas foram inevitáveis. 

Dedico a vitória desta maratona à querida amiga Gislaine que a alguns dias sofreu uma lesão e não pode participar. Gi, você é guerreira, é forte, e logo estará bem. Vamos estar juntas novamente em outros momentos como este.  

Nunca mais vou me esquecer de que sempre ao acabar uma maratona digo para mim mesma que nunca mais vou correr uma maratona, mas ao acabar sempre sinto saudades de correr mais uma vez.

E já espero a próxima corrida chegar.

Um grande abraço a todos, que Deus nos abençoe!



Adri Alves


GP 20 K RUNNING - BALNEÁRIO CAMBORIÚ - 16/11/20123


Foi realizado neste sábado, dia 16, a 2ª  Etapa do GP 20 K RUNNING, em Balneário Camboriú, na Praia de Taquaras.
Na 1ª etapa eu havia mencionado de que seria, na época um excelente treino físico e psicológico para avaliar as condições de poder participar naquela data (setembro) da tradicional subida da Graciosa, uma vez que para esta prova havia um tempo limite para a conclusão da mesma.
Participando da 1ª etapa e comprovando a dificuldade do percurso e o tempo que conclui a prova, não me achava em condições de fazer a subida da Graciosa, devido a você ter que se preocupar com tempo, pois poderia ser excluído da prova.
O destino acabou me colocando na Graciosa, representando o Paulo Sbrissia, fechei cravado o tempo e sinceramente considerei o trajeto até mais fácil que o GP 20 K.
Mas nada que seja tão difícil, não possa ficar mais difícil ainda, e foi o que ocorreu nesta 2ª etapa, quando em virtude de uma obra, e uma fantástica obra no canal da barra, e por onde os atletas passaram na primeira etapa, o percurso foi alterado na primeira parte, ou seja, nos primeiros 10 km., e o trajeto antes percorrido neste ponto, que era plano, foi substituído por mais subidas, subidas estas íngremes e em estrada de chão.
Um evento novamente muito bem organizado, com uma excelente estrutura, trajetos devidamente sinalizados, pontos de hidratação, staffs, segurança e muita emoção com paisagens maravilhosas.
Além da alteração do percurso, que ficou mais difícil ainda, este ano houve a premiação nas categorias, mesmo sendo apenas para o 1º colocado, mas já foi um incentivo a mais em relação a etapa anterior, e também houve na entrega dos kits, as camisetas diferenciadas na cor para as mulheres, que foi o ponto alto desta etapa sem duvida, onde consegui trocar a minha camiseta por uma para a Maria Luisa.
Estiveram presentes participando em alguns trechos sem estarem inscritas.......da largada ao ponto 2....fazendo 10 km...a Iasnay....da largada ao ponto 3....a Elisângela....percorrendo 15 km....e do ponto 2 ao ponto 3...a Luisa e a Tati mineira....ambas fazendo 05 km.
Os pontos existem em virtude de que esta prova pode ser feita além de solo, em dupla e ou quarteto...e este ano havia apenas três duplas femininas.
O quarteto masculino vencedor era da cidade de Antonina, os quais aos nos virem chegar no local do evento em grupo, acharam que éramos quarteto e foram pedir carona para deixar os atletas nos pontos de troca, mas infelizmente não foi possível, pois o nosso carro só iria em um sentido. No retorno,  demos carona  até um determinado ponto, a um casal de corredores que vieram de São Paulo participar, os quais já fizeram varias corridas internacionais e a família toda é adepta desta pratica esportiva.
Mais um desafio superado, mais uma prova concluída, mais um objetivo alcançado.
Obrigado a todos que nos apoiaram e eu agradeço especialmente a estas maravilhosas meninas, Luisa, Iasnay, Elisângela e Tati mineira, que me acompanharam, tornando a conquista ainda mais bonita e alegre....
Durante o percurso ouvi as vozes do Marcelo Giehl e da Yonara, e no ponto de troca da dupla, ouvi e vi o Paulo Bis dando a maior força, porém não os vi na largada e nem na chegada.
Que DEUS abençoe a todos.

VALEUUUUUUUU  JACAREZADA.

FOTOS
 
Claudio Luiz Guras

1º BOLA RUNNING BEACH'S RUN - 16/11/2013


Foi realizado neste sábado, 16/11/2013, mais um desafio para a Jacarezada, o 1° Bola Running Beach's Run em Matinhos-PR com horário de largada as 07:00 h. 

Participaram desta prova os Jacas José Garcia, Marlete, Rubens, Anselmo e eu (Luciana Amoretti). Contamos também com a presença da Jaca Magali (fotógrafa da rodada) que está se recuperando de uma lesão e registrou todos os momentos da Jacarezada.

Foi uma prova de nível fácil, com percursos de 4 Km e 8 Km (duas voltas) e premiação somente para os 5 primeiros colocados no geral. Tivemos alguns problemas como a falta de um posto de hidratação para os atletas de 8 km na segunda volta e a reclamação geral por não disponibilizarem banheiros para os participantes.

Vale elogiar a organização pela premiação que ofereceu, com belos troféus aos campeões. No geral, foi um evento foi muito legal pois a Jacarezada marcou presença!

FOTOS

Luciana Amoretti

CIRCUITO DAS INDÚSTRIAS - ETAPA SESI - 10/11/2013


Uma das várias corridas deste final de semana foi a última etapa do Circuito das Indústrias, realizada no SESI do Boqueirão, em Curitiba. Muito sol já desde cedo, calor e animação foram os ingredientes de mais uma bela corrida cheia de jacarés desfilando sua alegria por onde passava.É maravilhoso correr o tempo todo sempre passando por um colega de equipe que nos anima e motiva com palavras, e também pelos vários amigos que temos feito nesse mundo de corridas, sempre ouvindo um "vai jacaré!" ou um "é isso aí Jacaré de Conga!!" . O locutor esse circuito, Neto, uma figura muito pitoresca que ajuda a animar ainda mais a festa, citou várias vezes nosso nome, nitidamente com carinho e admiração pelos nossos atletas. 

Infelizmente tivemos relatos de que pelo menos 3 atletas passaram mal durante a prova e tiveram que ser auxiliados pelos profissionais de saúde presentes, mais uma vez demonstrando a importância da presença desse profissionais nas corridas, e da necessidade de acompanhamento médico pelos praticantes da corrida de rua. 
Já os destaques positivos entre nossa turma ficaram para os ultrajacarés Robson e Wagner, e mais o Sassá, que tinham participado da fortíssima Corrida Ecológica de Campo Largo menos de 13 horas antes dessa. Também para a Bia, que depois de completar os 10 km ainda estava cheia de energia convidando a turma para encarar com ela a Tilha do Itupava logo na sequencia. Mas, principalmente para o amigão JOSÉ GRACIA, que apenas alguns meses após dar uma guinada na vida e iniciar nas corridas, depois de perder vários quilinhos, hoje completou sua primeira corrida de 10 km, aos 65 anos. Prova que pra começar não tem idade!! Essa é a maior alegria que podemos ter como equipe, a de ver pessoas que há pouco tempo nem pensavam em se mexer, hoje apaixonados pelo esporte, dedicados a uma vida saudável com qualidade, e podermos fazer tudo isso juntos, como uma família de amigos é maravilhoso! Valeu Zé! Tem o meu respeito e admiração! Mais uma vez VALEU JACAREZADA!!


Samuel Silva

TRAIL DOS AMBRÓSIOS - 09/11/2013


Em junho quando participei do Desafio de Urubici na companhia do Jaca Rudival, e elaborei o texto sobre aquele evento, eu enviei um e-mail ao Jaca Elcio...pedindo....
 
"Desculpas pelo tamanho do texto, mas era impossivel escrever em poucas linhas o que foi aquela prova....e olha que eu deixei muitos pontos de fora...rssss
e comentei no e-mail que...
Se DEUS naquela época fizesse algo que eu não pudesse mais correr...e esperava que ELE não fizesse...rss.....eu estaria conformado, pois participar e concluir uma prova como aquela...era algo ESPETACULAR e que não tinha como dimensionar a alegria, a satisfação e o orgulho de ter conquistado de fato e de direito aquela medalha."
 
POIS BEM....
 
Se lá foi impossível escrever em poucas linhas....o Trail dos Ambrosios, onde estive sozinho e passei por um desafio inimaginável, é que não tem como escrever em poucas linhas,  ou escrever algo de maneira global sobre o evento.
Que ótimo que DEUS permitiu que eu participasse de mais uma AVENTURA...de uma prova incrível, de algo que para nós que gostamos de correr por prazer e esporte, corridas normais de 05, 10, 21, 42 ou mais km...em estradas de chão e ou asfalto, concluir uma prova como a Trail dos Ambrosios é sentir-se um herói, um super atleta, alguém que ultrapassou seus limites de superação, de determinação, de força e de fé.
 
 
O Trail dos Ambrósios é um evento que faz parte de um circuito que até então eu não tinha participado e que só tinha escutado sobre as dificuldades dos trechos deste circuito.
Recebi em outubro um e-mail por parte do Diretor Técnico da organização, o qual fornecia informações e solicitava para que eu colocasse o seu circuito ao conhecimento da Jacarezada, e o fiz tranquilamente.
Depois recebi um e-mail onde ele perguntava, quais as corridas mais difíceis que participei este ano e respondi a ele dizendo que eram as duas Maratonas, pela distancia, Urubici pela dificuldade e distancia, 20 K de Balneario pelas subidas, Mountain Do Praia do Rosa, que mesmo sendo só 18 km, superar a variação dos terrenos era o desafio e que fazer o Mountain Do revezamento Lagoa da Conceição em dupla foi algo fantástico.
Após enviar a resposta a ele, ele respondeu que estava me convidando a participar do evento em Ambrósios e que nenhuma das provas acima iriam superar a dificuldade que seria concluir Ambrósios.
Convite feito, desafio aceito e fiquei curioso, pois...ou o Diretor Técnico tinha uma enorme bagagem de conhecimento de corridas...e fosse experiente e vivido...como o Gilberto, do circuito Lua Cheia do Tingui...ou era um tremendo mentiroso, querendo "puxar" a Jacarezada para o circuito.
Após a inscrição confirmada e já antes vendo o regulamento, alguns tópicos me deixavam preocupado e eu questionava comigo mesmo o porque de algumas exigências, tais como a obrigatoriedade de quem fosse participar dos 30 km...de ter que levar consigo, blusa corta vento, manta térmica, apito, utilizar a camiseta oficial do evento, levar sua própria hidratação, porque só haveria posto de hidratação no km 26 do percurso, 28 e 32........e nada antes. Isto estava bem claro no regulamento e também nos e-mails que foram enviados antes do dia da prova.
VAMOS A LUTA e  que DEUS nos ajude...........foi assim que pensei e segui para Ambrosios no sábado pela manhã.
Chegando a base do evento na comunidade Postinho, alguns conhecidos presentes como o Cleverson Del Secchi, o Adriano, o seu Luiz e outros. Cheguei as 07.40 hs...sendo que os atletas que fossem participar dos 15 km e dos 30 km, seriam transportados de ônibus até um determinado local para ser efetuada a largada.  As  07.40 hs da manhã, o sol já mostrava sua força, eu ficava pensando no fato de ter que carregar uma mochila com blusa, manta, apito, alimentação e ainda o cinto de hidratação.....isso era muita coisa para quem não gosta de carregar nada quando corre.........e a largada seria só as 09.00 hs..........seria.......porque a prefeitura de Tijucas só enviou ao local UM Micro Ônibus, obrigando a retardarem a largada até que todos os corredores dos 30 km fossem levados até ponto de partida....e nos 30 km havia quase 100 inscritos...foram duas viagens do ônibus.
A largada dos 15 km, onde havia aproximadamente 200 inscritos seria feita depois.
Ao nos dirigirmos ao ônibus, só entrava no mesmo quem estivesse com todos os itens obrigatórios visíveis, trajado com a camiseta do evento e o numero bem visível, obviamente.
Alguns atletas entrando no ônibus tendo na mão e ou na mochila, cajados, o que me fez pensar o porque de levar cajados em uma corrida..........!!!!!!!!!!
Mais duvidas, mais suspense...........mas para quem esta no inferno, dar um abraço no capeta não altera nada...rsssss
Quando o ônibus chegou ao local onde seria a largada e eu estava na primeira "leva", o mesmo parou no meio de subida, nós descemos e a largada seria ali mesmo...no meio de subida. Enquanto aguardávamos a segunda "leva" do pessoal dos 30 km...fui avaliar como seria a largada, pois estávamos completamente abandonados, com algumas casas em volta, totalmente desertas e abertas sem nenhum morador presente.....e analisando a situação....já havia tomado a decisão de que iria efetuar a largada caminhando, pois a subida não seria fácil e nem rápida.
Assim que chegou o pessoal da segunda viagem, o responsável pela segurança do trajeto, que faz parte da organização, nos fez novas recomendações, nos alertou o porque da obrigatoriedade do uso da camiseta oficial, pois iriamos entrar em propriedades particulares, com muitas plantações de pinos e eucaliptos e que os seguranças destas propriedades estavam avisados quanto a passagem dos corredores devidamente identificados.
As 09.30 hs...foi dada a largada....e começou o que viria a ser, depois de mais de 06:00 hs sob um sol escaldante, descidas íngremes, trilhas, "barrocas", subidas impressionantes, paisagens maravilhosas, rios límpidos de pura agua cristalina, morros que não se via o cume, campos, lama, lodo, carreiros nas plantações de eucaliptos e estradas de chão que davam a sensação de que a muito tempo não se passava um veiculo nas mesmas.....na mais difícil, na mais desafiadora, na mais incrível, na mais eletrizante prova que participei...............e só não desisti porque uma força maior me fez talvez não perceber o ponto de corte da prova, que pelo regulamento e pela informação confirmada no momento da largada, quem não chegasse ao km 19 com quatro horas de prova, seria cortado.
Se olharem bem as fotos, verão que tem uma onde aparece a placa indicando 12 km......e até uma determinada altura, eu as avistei de 2 em 2 km......mas de uma altura em diante.....eu as via com muitas variações......neste trecho da placa de 12 km.....onde, se olharem bem acima do morro irão ver uma espécie de bandeira.......eu sinceramente já pensava em desistir, achando que estava próximo dos 19 km......quando avistei essa placa dos 12 km.......me perguntei.......MAS SÓ FIZ 12 KM até agora........TO MORTO..........sem chance de concluir a prova....
E antes desta placa, alguns quilômetros antes eu já havia percebido o porque que muitos tinham levado cajado...rssssss
Continuei, porque não havia outra opção....rssss....e depois de mais alguns minutos ou hora....sei lá.......encontrei a placa de 18 km......e pela primeira vez tive coragem de olhar para o relógio.........que marcavam exatamente 03.30 hs de extrema superação......
Eu tinha um km para fazer em menos de meia hora...ou então realmente abandonar a prova.
Continuei em frente e pensativo.....sendo que em determinado momento passei por alguns quadriciclos e motos que faziam a segurança do evento e não me preocupei ali com a km..........e fui seguindo não avistando placas, nenhum ponto com staff ou segurança.....sempre avistando um ou outro corredor na frente.
Comecei a achar de que havia passado o ponto de corte, quando avistei um cercado, com mata burro e um atleta passando por ele, e logo a frente um córrego....e chegando mais perto....eu avistei....rsss...uma loira....1.80 m...uns 70 kg.........uma prancheta e caneta na mão.....com o uniforme de socorrista ....."estou no céu"......perguntei a ela........cheguei no ponto de corte.............eu fico por aqui mesmo...rssssssssssss...e foi ai que ela falou...........não senhor................o senhor já esta no km 21...........faltam só 13......só 13.........e eu confirmei a ela.......então eu estou no céu mesmo....pq se cheguei até aqui....faltam só 13 eu é que não vou desistir agora......entrei no córrego, onde já haviam outros corredores fazendo uma terapia de relaxamento......tomei alguns goles de agua hiper gelada.........sentei naquele córrego de agua cristalina sentindo minhas pernas agradecerem àquele momento.
Começava então o desafio final....vencer os últimos 13 km, entrando nas estradas de chão, descidas espetaculares em estradas com muito saibro, subidas elevadas, onde nesta altura...eu que desde a largada usei a estratégia de nas subidas, superar elas fazendo zigue zague, (lembrei das meninas em Ouro Preto subindo as ladeiras), o que me ajudou muito na primeira fase...que eu considero até o km 21.....mas isso só foi possível nas estradas, porque nos morros, nas trilhas era impossível fazer isso.
Na segunda etapa, mesmo fazendo zigue zague, por varias vezes parei nas subidas, apoiei as duas mãos nos joelhos e recuperei o meu folego...e olha que fiz isso duas e até três vezes na mesma subida.
Quando avistei o primeiro ponto de hidratação, sorri, pois parecia miragem, e principalmente porque deveria estar faltando então uns 08 km........ainda....e chegando ao ponto felizmente a confirmação foi de que faltavam sim 08 km.
Ao avistar a placa de 30 km.......foi uma tremenda festa........faltava apenas 04 km...e dali em diante...a certeza de que só DEUS me tirava de concluir o trajeto, fosse com qual tempo fosse.
Logo adiante...uma bica de agua...improvisada por um morador...que colocou uma mangueira por cima de um palanque..com uma tabua....a agua caindo, duas canecas em cima da tabua e aquele senhor ali...apreciando....perguntei se poderia beber......e ele disse sorrindo.......sim...coloquei ai para vocês...é agua direto da serra........tomei um banho debaixo daquela bica....e era tudo o que precisava para concluir os últimos quilômetros...e quando agradeci...o senhor disse......você esta perto, falta pouco, mas tem mais algumas subidas pela frente..........isso era algo extremamente animador...rssss
Quando avistei a placa de 32 km, ouvia bem distante um som, que sem duvida era do locutor do evento, porém o som estava a minha direita e o percurso era a  esquerda.....o som começou a sumir....foi quando olhei pela segunda vez no relógio e o mesmo marcava 05h57min de prova....quanto falta...a que distancia estou......então o percurso voltava para a direita e o som retornou , agora do meu lado esquerdo, porém mais nítido, onde já se podia até ouvir o locutor informando da chegada de um e outro atleta.
Eu andando, sem nenhuma culpa na consciência, dobrando a esquerda, avistava a igreja no alto do barranco e o portal de chegada, faltava alguns metros...passando por uma cobertura de ponto de ônibus, um atleta sentado me aplaudia e incentivava....e tendo a frente ainda mais uma pequena subida...mas era uma subida...e eu não iria correr......e dois atletas, com os quais fui alternando posições até o km 26 e depois eles sumiram na minha frente, estavam sentados, também aplaudiam e incentivavam...quando o locutor anuncia ao microfone a chegada do atleta da EQUIPE JACARÉ DE CONGA e fala...."falta pouco....vamos lá...não chega andando..e sim trotando".....encarei a subida andando, dobrei a esquerda em direção ao portal, e ouvi alguém gritar......vamos JACARÉ....e os últimos passos, sei lá de onde fui buscar forças para chegar trotando.
Cruzando a linha de chegada, já vieram entregar a medalha, tiraram a mochila das costas, me fizeram sentar na tenda de hidratação, ofereceram frutas agua e foram jogando vários copos de agua gelada pelo corpo..........algo que até então também não tinha presenciado e vivido....e foi arrepiante......rsssssss......sentir aquela agua gelada escorrer pelo corpo...depois de tudo o que se passei fisicamente, mentalmente, psicologicamente...................foi extremamente gratificante.
Veio então em minha direção um rapaz, que perto de mim posso chamar de garoto, o qual me parabenizou e perguntou o que eu achei da prova e perguntei a ele quem ele era e ele se identificou como Ricardo Beraldi, que foi quem havia me passado os e-mails sobre a prova e quem me cedeu a inscrição.....ao qual agradeci, mas que eu só iria responder a ele sobre a prova quando estivesse mais consciente, quando o meu corpo e a minha consciência conseguissem voltar ao normal e não seria nem ali e nem no sábado que eu iria fazer isso.
Também foi neste momento que o Cleverson Del Secchi veio me cumprimentar e o mesmo já estava se retirando do evento e eu nem lembrei de perguntar a ele, qual a posição que ele chegou e foi vendo o resultado hoje que verifiquei que ele foi o grande CAMPEÃO da prova nos 30 km..concluindo percurso em 04h28min...chegando 03 min. na frente do segundo colocado.
Dei um tempo.....me dirigi a igreja a qual então já estava aberta....agradeci a DEUS....fui almoçar no salão de festas da igreja, pois tinha direito ao almoço, mesmo sendo 16.00 hs....e aquele almoço estava ótimo.
 
AGRADEÇO PRIMEIRAMENTE E ACIMA DE TUDO A DEUS POR PERMITIR QUE EU ESTIVESSE PRESENTE NESTE EVENTO E QUE CONCLUISSE O MESMO INDEPENDENTE DO TEMPO E POR MOSTRAR A TODOS NÓS  O QUÃO MARAVILHOSA É A VIDA E COMO A NATUREZA É RICA, LINDA E ABUNDANTE.
AGRADEÇO A MINHA FAMILIA, QUE MESMO NÃO ESTANDO PRESENTE POR MOTIVOS PESSOAIS DE CADA UM, EM NENHUM MOMENTO SE OPOS E EM TODOS OS MOMENTOS ME APOIOU.
AGRADEÇO A FAMILIA JACARÉ DE CONGA, POIS FOI ATRAVÉS DAS CORRIDAS, AVENTURAS E VIAGENS COM ESSA INCRIVEL FAMILIA QUE CONSEGUI ENCARAR E SUPERAR DESAFIOS CADA VEZ MAIORES E MAIS EMOCIONANTES.
AGRADEÇO AOS QUE ENVIARAM SUAS MENSAGENS DE APOIO E INCENTIVO.
AGRADEÇO AO RICARDO BERALDI, DIRETOR TÉCNICO DA TRC BRASIL, O QUAL ME CONVIDOU PARA PARTICIPAR DESTE EVENTO.......E ME SURPREENDEU DUAS VEZES...........UMA, POR SER UM GAROTO PERTO DE MIM, QUANDO ACHEI QUE ERA UMA PESSOA COM MAIS IDADE DO QUE EU...rsss...E A SEGUNDA PORQUE REALMENTE FALOU A VERDADE, QUANDO DISSE QUE EU IRIA PARTICIPAR DA PROVA MAIS DIFICIL, DIANTE DAS QUE  EU HAVIA MENCIONADO A ELE.......pois correr uma Maratona em asfalto é muito fácil para quem conclui uma prova como esta.  Fazer dupla de revezamento no Montain Do da Lagoa...você tem staffs e apoio em vários trechos nos percursos que você faz e neste você esta praticamente sozinho na maior parte do percurso....onde você só tem você mesmo.
Urubici..tem 18 km a mais....mas os desafios de morros, trilhas, penhascos, as dificuldades e distancias destas subidas são incrivelmente maiores .....pois Urubici...oferece asfalto em boa parte do trecho o que neste evento nem existe...as outras provas nem se discute.....e quando um Jacaré me perguntou sobre comparar este evento com a trilha do ITUPAVA.........eu respondi...rssss....quem faz um percurso deste e conhece a trilha do ITUPAVA.....quando voltar ao ITUPAVA vai fazer de costas de tão fácil que é...rss.
RICARDO BERALDI E EQUIPE DO TRC BRASIL...QUE DEUS OS ILUMINEM SEMPRE, QUE MESMO OUVINDO ALGUMAS RECLAMAÇÕES, NÃO DESANIMEM, SEJAM SEMPRE CONFIANTES, PORQUE PARA QUEM REALMENTE CURTE,GOSTA E É APAIXONADO POR AVENTURAS, O  CIRCUITO TRC SÓ TEM A SER CADA VEZ MELHOR E MUITO PROCURADO E FIQUEI MUITO FELIZ EM SABER QUE VOCES SÃO JOVENS DINÂMICOS, COM MUITA VISÃO E AMBIÇÃO.
 
Sobre URUBICI eu disse ao Elcio...."uma prova como aquela...era algo ESPETACULAR e que não tinha como dimensionar a alegria, a satisfação e o orgulho de ter conquistado de fato e de direito aquela medalha."
 
Sobre TRAIL DOS AMBROSIOS...eu digo......." uma prova como esta, não tem medalha, não tem kit, não tem nada material que supere o orgulho próprio, a auto estima, o prazer, a alegria, a superação, as paisagens, as lembranças de cada momento vivido nessas 06 horas de pura adrenalina...dentro da prova...pois  se eu for somar o antes e o depois do evento o total de horas de pura adrenalina vão além das 06 horas.....e cruzar a linha de chegada........foi o AUGE de TUDO.
 
Desculpem o longo texto, mas foi D+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

MUITO OBRIGADO.


CLAUDIO GURAS

9ª CORRIDA E CAMINHADA ECOLÓGICA DE CAMPO LARGO - 09/11/2013


Como sempre, num clima de alegria estivemos presentes na 9ª Corrida e Caminhada Ecológica de Campo Largo, realizada no Parque Newton Puppi, em Campo Largo. Participaram da prova Rubens, Aline, Maria de Fátima, Wagner, Márcio (Sassá), Robson, Anselmo, Luciana Amoretti, Fabiano Bissule, Lilian e Júnior.

Após uma semana de frio e garoa, o sol apareceu para nos acompanhar durante a prova. E foi uma prova desafiadora para a maioria de nós. Com percursos de 5 e 10km (duas voltas do percurso de 5km) numa trilha arborizada, mostrou o seu maior obstáculo entre 1,5 e 3km, com uma sucessão de subidas que fizeram muitos apelarem para a caminhada. Após 3km um bom trecho de descida acentuada trazia alívio e recuperação e até chegar ao 5km, somente reta.

O calor próximo de 30 graus e quase sem vento também foi um desafio para todos. Felizmente havia muitas árvores no percurso fazendo sombra.  Um pouco antes do 3km havia posto de hidratação e jogar água na nuca foi um grande alívio.

Prova bem organizada, com poucos participantes (aproximadamente 250) e bem sinalizada (os militares do quartel ao lado do parque estavam presentes em vários pontos do percurso). Ao final os atletas receberam medalha, água, maçã, banana e mix de frutas secas. Acredito que faltou isotônico, especialmente por causa do calor. Uma prova que já está na sua nona edição também merecia uma camiseta personalizada, que poderia ser opcional para quem não quer pagar mais.

Outro ponto importante é com relação ao horário da prova (largada às 16:00h): teria sido mais agradável se fosse realizada no período da manhã.

E os jacarés fizeram bonito: Aline, Rubens, Maria de Fátima, Anselmo e Luciana Amoretti subiram ao pódium em suas categorias com o nosso mascote no colo! Parabéns a todos e até a próxima!


Lilian Berta Bissule



3ª ETAPA DO PARANAENSE DE DUATHLON - 03/11/2013


No último domingo participamos do Duatlhon que aconteceu no Autódromo Internacional de Curitiba.

Definitivamente, fazer 2 (ou mais) modalidades de esporte na mesma competição, é uma prova de fogo... minhas pernas ainda doem e as do Juninho também (rsrsrs). Mas independente de dores, nos sentimos extremamente gratificados por completar mais este desafio.

O trajeto “Open”, desta vez, consistiu em 3 km de corrida, 11 km de ciclismo em 3 voltas no circuito misto do autódromo e 2,5 km de corrida. O calor do asfalto era imenso e o vento contra na hora de pedalar foram só alguns dos obstáculos que foram vencidos pelo caminho.

Pra nós que sempre estivemos nas arquibancadas assistindo stock car e arrancadas, nos sentimos as verdadeiras máquinas da pista (esta era a chamada da prova kkk)... cada um no seu tempo, mas feliz por fazer parte daquela momento.

Fiquei muito feliz com o meu tempo do ciclismo (28”39’), só preciso melhorar minha corrida. Mesmo assim, finalizei o trajeto da corrida (2 percursos) em 37”44’, sendo um dos meus melhores tempos para 5,5 km.

O Juninho chegou em 5º colocado no geral. Ele conseguiu o segundo melhor tempo no ciclismo (incluindo tempo de transição) sendo 11km em 20''07' e oitava melhor corrida (unindo o tempo dos dois trechos) sendo 5,5 km em 25''04'. 

2014 está QUASE chegando kkk e não faltarão oportunidades para muitas competições,  novos desafios e melhores tempos.

Valeu Jacarezada!!!


Ciomara


MARATONA DE REVEZAMENTO DE CURITIBA 2013 - .03/11/2013.


Aconteceu neste domingo dia 3 de Novembro, com horário de largada
Às 9:00 h no Autódromo Internacional de Curitiba em Pinhais.
A prova foi realizada em um circuito interno do autódromo no qual os atletas
revezaram  entre duplas, quartetos e octetos, até completar a distância de 42 km
Enganou-se aquele que pensou que seria molezinha...
Confesso que subestimei o fato e também pensei que iríamos tirar de letra.
Estava difícil e muito.
Todos os atletas sofreram com o forte mormaço, o calor refletia no asfalto
e arruinava aos poucos o pace dos corredores.
Impressionante a dificuldade para vencer as quatro voltas.
Eu (Adri) e o Jaca Rudival representamos a equipe Jacaré de Conga e fizemos dupla (mista). Fechamos a prova com o total de 4:21:33. Sendo 2:11:10 minhas primeiras quatro voltas e 2:10:23 o Jaca Rudival fechou o restante, últimas quatro voltas.
Ficamos com o 5ª lugar geral e satisfeitos com nossa superação, não subimos ao pódium
Porque a organização premiou somente até o 3º Lugar.
Feliz por encontrar outros tantos amigos, tivemos uma manhã muito especial.
Demos graças a Deus por mais esta conquista!
  
Um grande abraço


Adri Alves